Descrição das aulas

Texto de L. Severo

O Iyengar Ioga é não apenas uma linha de ioga como, sobretudo, um método de ensino. Desenvolvido por B. K. S. Iyengar no século vinte, o método exige de seus professores um mínimo de três anos de aprendizado formal associado à prática. Só é possível tornar-se professor de Iyengar após matricular-se em um centro de formação registrado e passar por provas de certificação, por meio das quais são obtidos um diploma e licença para lecionar. Além disso, os professores devem filiar-se a associações locais que promovem o contínuo aprimoramento da prática e da técnica de ensino, quer através de encontros e workshops, quer através de provas de nivelamento às quais os profissionais podem continuar se submetendo.

Yoga Marco Martins Rio Copacabana

Esse rico processo de formação inicial e continuada garante especial solidez ao ensino do método Iyengar. Ele forma profissionais especialmente aptos a realizar uma
observação acurada do aluno, de modo a detectar suas dificuldades e facilidades, bem
como a lhe fornecer instruções claras e detalhadas, a fim de obter maior alinhamento e
precisão nas posturas de ioga (ásanas). É possível dizer, portanto, que o método privilegia o rigor e a correção da prática – em detrimento da obtenção de resultados rápidos, mas nem sempre estáveis, e da simples execução das posturas, a qualquer custo. Por meio de educativos (posturas intermediárias, criadas para que o aluno conquiste aos poucos a capacidade de atingir as posturas completas) e também do uso de suportes (materiais tais como tijolos de madeira, mantas e cintos), cada aluno ajusta suas possibilidades corporais – levando em conta seu nível, suas capacidades e limites pessoais – ao caminho proposto pelo professor para atingir os diferentes objetivos durante as aulas.

Os próprios objetivos, por sua vez, variam de acordo com o contexto privilegiado pelo
professor a cada encontro, isto é: em cada aula será eleito um pequeno conjunto de
posturas a serem trabalhadas a fundo, por meio de uma série de preparações e com
diversos desdobramentos. Ora focando em posturas de pé, ora em posturas de chão; ora em torções e retroflexões, ora nas técnicas de respiração (pranayama); ora usando o apoio das paredes e das cordas especialmente preparadas para as aulas; podendo dar ênfase tanto à permanência e à repetição quanto à fluidez, o professor vai aos poucos guiando o aluno por um caminho ao mesmo tempo seguro e desafiador, a fim de aproximá-lo gradativamente e continuamente da postura visada. Por tal motivo, as aulas de Iyengar Ioga são extremamente diversificadas e dinâmicas. O professor varia não apenas as sequências, como também as entradas e os tempos de permanência, dando ênfase a diferentes partes do corpo em cada momento (braços, ombros, escápulas, pernas, joelhos, pescoço etc.). O aluno, assim, depara-se constantemente com novas propostas e desafios, sem nunca perder de vista o processo de construção das posturas, com ganho gradativo de força e flexibilidade. Essa constante exigência de aprimoramento torna a prática do método Iyengar especialmente intensa, pois o praticante está em ação mesmo quando parece estar parado.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s